*Livros perdidos na estante- 1*

Boa tarde, como estão? Espero que bem. Me desculpem por ficar um tempinho sem postar, estava em semana de prova, e ai já sabem né? Mas, agora estou de fériaaaaaaas <3 
E com as férias trouxe uma novidade para vocês, agora temos mais um tema no nosso blog, que se chama "livros perdidos na estante", com esse tema eu vou pegar todos os livros que achei perdido na estante, aqueles que a gente nunca leu e nem pretendia ler por achar desinteressante, e postar aqui para vocês. 
Bom, hoje trouxe para vocês um livro que achei perdido nas coisas na minha irmã estou louca para ler e espero que vocês também fiquem.




O velho e o mar

Sinopse: Dando início à renovação da identidade visual das obras de Ernest Hemingway, a Bertrand Brasil relança 'O velho e o mar', um dos principais livros de sua carreira. Título mais vendido do autor no Brasil, foi agraciado com o Prêmio Pulitzer, em 1954.Depois de anos na profissão, havia 84 dias que o velho pescador Santiago não apanhava um único peixe. Por isso já diziam se tratar de um salão, ou seja, um azarento da pior espécie. Mas ele possui coragem, acredita em si mesmo, e parte sozinho para alto-mar, munido da certeza de que, desta vez, será bem-sucedido no seu trabalho.Esta é a história de um homem que convive com a solidão, com seus sonhos e pensamentos, sua luta pela sobrevivência e a inabalável confiança na vida. Com um enredo tenso que prende o leitor na ponta da linha, Hemingway escreveu uma das mais belas obras da literatura contemporânea Uma história dotada de profunda mensagem de fé no homem e em sua capacidade de superar as limitações a que a vida o submete.

*Assim como O sol é para todos, este livro é um dos ganhadores do prêmio Pulitzer.


Lá estava eu, ajudando minha irmã na mudança, colocando nas caixas os seus livros, até que vi esse, a capa me chamou muita atenção, especialmente porque não tinha nada escrito, me apaixonei de primeira, trouxe para casa para ler, e estou super ansiosa para começar essa leitura. Em breve colocarei a resenha dele aqui. 





Onde você encontra:




O filme:


O velho e o mar


 SinopseNum lugarejo na costa cubana estava um velho (Spencer Tracy), que pescava sozinho num esquife. 84 dias se passaram sem que ele pegasse um mísero peixe. Nos primeiros 40 dias um menino (Felipe Pazos) ficou com ele, mas após tanto tempo sem peixe os pais do menino disseram que o velho era definitivamente um "salão", que é o pior tipo de azar. O menino, sob as ordens dos pais, foi para outro barco, que pegou três belos peixes já na primeira semana. O velho ensinara o menino a pescar e o menino o amava. O velho tinha cabelos alvos e era marcado por rugas, tinha grandes riscos na nuca e as mãos tinham cicatrizes fundas, por lutar com peixes pesados, mas nenhuma era recente. Tudo nele era velho, com exceção dos olhos, que eram alegres e incansáveis. O menino se entristecia ao ver o velho chegar com o esquife vazio. Ele sempre o ajudava a carregar as linhas, a carangueja, o arpão e a vela, que se enroscava em volta do mastro. A vela era remendada com sacos de farinha e se enrolava, parecendo a bandeira de uma derrota permanente. Ninguém o roubaria, mas o velho achava que era melhor levar a vela e as linhas para casa, porque o orvalho as danificava. E também para não correr riscos, pois achava que uma carangueja e um arpão eram tentações desnecessárias para deixar num barco. Ao voltar no final do dia o menino e o velho iam para um bar, onde outros pescadores caçoavam dele. Mas o velho não ligava, pois tinha aprendido a ser humilde. Depois os dois foram para a humilde casa do velho e lá jantaram, graças ao menino. O velho disse que no próximo dia teria sorte, pois era o 85º dia, mas não podia imaginar o que lhe aguardava.

O velho e o mar- adoro cinema



Trailer:




Espero que vocês tenham gostado do post. Boa leitura galera! Bjs

2 comentários:

  1. Por uma coincidência feliz, é o que farei assim que estrar de férias: lista dos livros na minha estante que ainda não li

    ResponderExcluir
  2. Adorei a ideia da nova coluna e confesso que ficarei ligadinha oara conferir seus achados.
    Esse livro citado é um clássico, até tenho por aqui, também peguei garimpando os livros que minha mãe ia se desfazer, mas ainda não li. Quem sabe após ler suas impressões eu me empolgue.
    Beijos e feliz ano novo.

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir